sábado, 30 de julho de 2016

Férias inesperadas ou: vem cá, vamos conversar



Sem planejar, tirei férias de quase dois meses do blog. Confesso que para mim, pareceu muito mais tempo. E você sabe (ou não) mas vez ou outra escrevo sobre ter/manter o blog e para onde estou levando-o (e a mim também). Este é um destes posts. Uma série de fatores causaram as férias: o meu notebook precário, o excesso de trabalho e a estafa causada por ele, aquelas tretonas que aparecem e que consomem sua energia de uma forma que você precisa se desligar para tentar voltar a fazer sentido. Nesse meio tempo deu para ler um pouco, ver umas séries, 'viver a vida na vida' (como diz a Ive) e surtar algumas vezes. E deu pra sentir saudade do blog e ter crise existencial em relação a ele. Me perguntei se ele é válido, se a abordagem está legal, se já não está datado ou é apenas uma forma de me ligar à minha adolescência. Não achei respostas para estas perguntas, e enquanto isso, sigo escrevendo por aqui.

Este ano comecei a escrever o Links da Semana e gostei. E o mais legal, recebi um feedback positivo de vocês. E, durante as férias, comecei a ler algumas newsletters que tornaram meus dias mais completos. Para nomear algumas, Bobagens Imperdíveis, Mulheres que Escrevem, Farol Jornalismo, femrecs da Letícia Arcoverde, Ágda e algumas outras. Isto de receber uma curadoria de conteúdo que tem a ver comigo, no meu e-mail, tornou as salas de espera, leitos de hospital e as manhãs de sábado mais agradáveis. Recomendo que você confira esta lista, que foi criada pela Aline Valek (que escreve o Bobagens Imperdíveis). Lá você encontrará várias newsletters e talvez uma delas te agrade.




Foi aí que senti a vontade de experimentar escrever uma newsletter, e queria saber se vocês teriam vontade de ler uma do blog. É uma forma um pouco mais íntima de diálogo, pois você pode fazer como eu, responder a newsletter com suas elucubrações e trocar figurinhas. Por isso, preparei este questionário - que é curto, promessa minha - e gostaria que você respondesse. Deve ser meu sol em peixes, mas gosto de ouvir as considerações dos outros sobre o blog, quando há alguma. Além da newsletter, pergunto também sobre o que você gosta ou gostaria de ler aqui e outras coisinhas. Pessoalmente, curto muito responder um questionário, se você também, vou gostar de ler suas respostas. Se isso falhar miseravelmente vou pensar no que fazer.

E para não falar que não falei em música, este texto foi escrito ao som de 'Sobre os Prédios que Derrubei Tentando Salvar o Dia (Parte 1)', o ep de estreia da Def, banda do Rio de Janeiro. Se tudo der certo, em breve você lerá mais cosias sobre a banda por aqui.

Não esquece, se quiser responder o questionário, venha aqui. Nunca fiz um, mas creio que deixarei o link ativo durante 15 dias para quem quiser chegar.

Nenhum comentário: