quinta-feira, 18 de julho de 2013

Desenhando o feminismo com Anna Grrrl

Riot Grrrl, gatas, aliens e comida são os principais temas tratados por Anna Grrrl, ilustradora digital que dá olhar pop ao feminismo


Todos os desenhos desse post são de Anna Grrrl

Traço fino, simples, cores variadas e texto objetivo. A definição é sobre as ilustrações digitais da estudante gaúcha Ana Laura Antonov, de Cachoeirinha (RS), conhecida nas interwebs como Anna Grrrl. Em seu tumblr ela  posta desenhos que vem conquistando os olhos de quem acredita no feminismo e Riot Grrrl. Body positive, letras de bandas Riot Grrrl, ícones desse mesmo movimento, aliens e toda sorte de referência a garotas estranhas são retratadas por Ana.

Releitura de foto clássica de Kathleen Hanna



Ana Antonov - Arquivo
Pessoal
Um close na mão de duas amigas e o trecho mais bonito de "For Tammy Rae", música do Bikini Kill, ornando tudo. E sim, a Tammy Rae da música é a mesma que fazia o zine I (heart) Amy Carter. Esse foi o primeiro contato que tive com seus desenhos, há tempos, e foi uma feliz surpresa ver temas que me importam sendo retratados de forma em que me vi representada. Surpresa maior foi quando ela aceitou nosso convite para ser a nova colunista do Cabeça Tédio. Ana postará suas ilustrações toda sexta-feira, na coluna "Dia da Anna Grrrl". Inédito ou já postado em seus blogs, ela vai participar do Cabeça Tédio trazendo seu olhar sobre os temas que tratamos aqui.

Com o Riot Grrrl aprendemos que não é apenas de textos acadêmicos e discussões filosóficas que se faz uma feminista. Isso faz parte, e é necessário trazer essas reflexões para o dia a dia, para enfrentá-lo de forma consciente e estraga prazer. Além disso, o feminismo misturado com Riot Grrrl é sobre ser quem você é, e é um pouco disso que os desenhos de Anna Grrrl trazem,além das referências à 3a Onda Feminista. “Falar sobre feminismo é sempre válido, seja em músicas, ilustrações, zines etc. É uma maneira de incluir isso no dia a dia das pessoas e mostrar do que se trata o feminismo de uma forma popular”, afirma. 






Ana, que ainda não completou seus 17 anos, faz ilustrações digitais há dois anos, mas desenha desde a infância. As inspirações de seus desenhos? Acertou quem disse artistas que tem sua principal plataforma a  internet. “Minhas maiores inspirações saem da internet, como a Gemma Correll, elsbian e glittertomb (tumblr)”, conta. E para quem gosta ou quer começar a desenhar e ainda não fez isso, a ilustradora diz para irem em frente. “Sempre vai ter alguém pra gostar do teu trabalho, mesmo que muitos critiquem, o importante é tu gostar e sentir que tá passando o que acredita através de desenhos”, acredita.


Para quem se pergunta se vai ver as ilustrações em formato físico, a resposta é positiva. “Ainda não tenho nenhum em formato físico, mas pretendo mudar isso em breve! Já tenho algumas idéias”, conta. Enquanto isso, é só acompanhar o trabalho de Ana no tumblr, facebook e em sua coluna no Cabeça Tédio, que amanhã mesmo será postada. 

Um comentário:

Maura C. Parvatis disse...

Que novidade legal, as ilustrações da Anna são muito bonitas, não lembro qual foi a primeira que vi mas após me mostrarem a página no Facebook fiquei durante um bom tempo vendo os desenhos :D