sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Resenha: Split - Peste Negra (ES) e Instinto Suicida (RJ)


Esse material é novo, trata-se de um split com as bandas Peste Negra (Aracruz-ES) e Instinto Suicida (Rio de Janeiro). A arte é linda, com desenhos de Bruno Zagri numa capa feita de caixa de leite. Acompanha livreto com as letras e informações sobre as bandas, além de um texto chamado "não consumo", escrito pela Ana.
Lendo o material e conversando com parte das pessoas envolvidas no projeto, você percebe que esse lançamento é mais do que música. As duas bandas estão envolvidas com espaços autônomos, contracultura, anarquismo. O projeto parece se figurar muito mais uma troca de experiências. E pessoalmente, acredito muito em materiais lançados com essa idéia. Em tempos onde o punk parece ainda mais música vazia à procura do mainstream, pessoas realmente envolvidas com a coisa continuam criando e produzindo e fazendo elxs mesmxs de uma maneira incrível.

Musicalmente, a Peste Negra segue uma linha crust-noise torto, algumas músicas rápidas, outras mais lentas. A Instinto Suicida tem uma sonoridade bem 90', não sei bem. É um punk meio funkeado, com um vocal feminino.

Quem se interessar, entre em contato com uma das duas bandas e saiba como pegar o material.
This material is new, it is a split with the Peste Negra band (Aracruz-ES) and Instinto Suicida (Rio de Janeiro). The art is beautiful, with drawings by Bruno Zagri. Accompany booklet with lyrics and information about the bands, and a text called "no consumption", written by Ana. Reading the material and talking with those involved inproject, you realize that this release is more than music. Two bands are involved in autonomous spaces, counterculture,anarchism. The project seems to appear much more an exchange of experiences. And personally, I strongly believe in material released with this idea. At a time when punk music seem even more empty and searching for mainstream, people actually involved with the thing continue creating and producing and making elxs mesmxs a wayamazing. Musically, the Peste Negra follows a twisted crust-noise, some fast songs, some slower. The Instinto Suicida has sound 90 ', I do not know. It's a funky punk way, with a female voice.Anyone interested, please contact one of the two bands and learn how to get the material.

Um comentário:

Vibrato disse...

poxa, fiz um comentario todo emotivo aqui, mas na hora de "escolher uma identidade" deu problema e acabei perdendo o coment!! mas era basicamente dizendo q axei o post lindeza e q adorei saber dessa produção contracultural total!!!

beijo cabecinhas!!! ;)

Rodrigo